Tokio Hotel Fanfictions
Hello Alien!

Seja bem-vindo ao Fórum dedicado somente a Fanfictions dos Tokio Hotel.

Não estás conectado, por isso faz login ou regista-te!

Estamos à tua espera. Aproveita ao máximo o fórum ;-)

Destinado a Fanfics sobre a banda Tokio Hotel. Os leitores poderão expor as suas fics como também poderão somente ler.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Maybe Alone

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Maybe Alone em Dom Maio 26, 2013 8:59 am

Mais um texto sem sentido ^^




Capitulo Único



"Tudo o que eu peço pra ela, ela faz com uma má vontade."

E foi com essa frase que ela acordou naquele dia, triste não? Ouvir isso da própria mãe, ela sabia que não era por querer, mas machucou do mesmo jeito, não que ela se importasse mais com esse tipo de comentário, mas sabemos o quanto é ruim.

Como de costume foi praticamente impossível segurar as lágrimas, odiava-se cada vez que elas insistiam em cair. "Mas que diabos, chorar? GRRR não quero mais" pensou e seu subconsciente ria de tal pensamento da garota. "Pare de querer se enganar, não podemos nos esconder atras de nós mesmos, encare logo quem você é e o que sente."
Sempre fora chorona, até com o mais simples e sem graça comercial de margarina, ela chorava incansável, fazia parte de si e não havia modo de esconder, era visível em seus olhos, e como não poderia ser diferente levantou-se naquela manhã com seus olhos castanhos inchados do choro, o que a deixava feliz era receber o abraço mais quentinho e acolhedor e que já era costumeiro quase todas as manhas, seu cachorrinho estava todo encolhido ao pé da cama e se levantou de um pulo para dar seu bom dia a dona. Claro que isso fez com que a garota chorasse um pouco mais, porem nesse caso não havia problema, viu sua mãe que estava passando roupa no quarto, passou direto e entrou no banheiro, sua cara estava horrível. "Meu Deus!" pensou. Fez sua higiene matinal e ficou olhando seu reflexo, como estava abatida naquele dia, a cólica não ajudava também passou muito mal a noite toda, porem em silencio como sempre fazia.

Nada fez naquele dia, mal falou apenas deitada no sofá, sua mãe até trouxe-lhe remédio que fez a garota aceitar de bom grado, mas aquela frase ecoava em sua cabeça, mas não era só isso aqueles dias não estavam sendo o dos melhores, sentia-se bem de certo modo, mas era como se estivesse sendo ignorada por todos e isso cortava seu coração, sorria e sentia-se triste ao mesmo tempo e ela não sabia o que fazer para reverter isso e se sentir um pouco melhor.
Perguntava-se o por que as pessoas faziam isso com ela? O que de tão ruim havia feito? De que modo mal educado havia se comportado? Tantas perguntas sem resposta que já nem fazia mais questão de querer saber as respostas. As promessas que fizera a si mesma, não passavam se piadas para o seu subconsciente "Já disse para parar de se enganar" a voz em sua cabeça dizia e ela sorriu ao imaginar seu subconsciente sentado em uma poltrona lendo o jornal, usando óculos de grau quase na ponta do nariz e uma caneca sob a mesinha esfumaçante com o café fresco. Acredito que esteja se questionando o por que ela não conversa com seus amigos, esta certo, mas ela não queria, pelo menos não mais.

Amizade é uma coisa que ela já não acredita muito, esta cansada de assistir pessoas entrando e saindo de sua vida, sim ela tem muitos amigos, mas nenhum ao seu lado não que eles não queiram, é ela que não deixa mais. Cansou de se preocupar com os outros, ajudar, mas lembra-se de que esse é seu vicio? Pois então, é um pouco difícil e não podemos fugir daquilo que realmente somos. Pode ser que em um futuro próximo ela deixa de ser assim, quem sabe ela aprenda a viver de outro modo, mas quem irá saber. Você sabe a resposta? Não? Era o que eu imaginava.



Última edição por Raafa_22 em Qui Ago 15, 2013 1:12 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://humanoidplanets.blogspot.com.br/

2 Re: Maybe Alone em Ter Jul 02, 2013 6:15 pm

''...ela sorriu ao imaginar seu subconsciente sentado em uma poltrona lendo o jornal, usando óculos de grau quase na ponta do nariz e uma caneca sob a mesinha esfumaçante com o café fresco.''

Pensei q só eu fosse louca o bastante pra imaginar essas coisas!!!HAHHAHAHHA
Que bom q não sou a única! tongue 


''Amizade é uma coisa que ela já não acredita muito, esta cansada de assistir pessoas entrando e saindo de sua vida, sim ela tem muitos amigos, mas nenhum ao seu lado não que eles não queiram, é ela que não deixa mais. Cansou de se preocupar com os outros, ajudar, mas lembra-se de que esse é seu vicio? Pois então, é um pouco difícil e não podemos fugir daquilo que realmente somos. Pode ser que em um futuro próximo ela deixa de ser assim, quem sabe ela aprenda a viver de outro modo, mas quem irá saber. Você sabe a resposta? Não? Era o que eu imaginava.''

Triste essa parte.....Quer dizer, porque eu acho a amizade uma coisa muito valiosa, então....Achei essa parte muito triste.... Crying or Very sad 

E adorei sua escrita...sério mesmo....você evoluiu muito, Rafa!!!Gostaria de ler mais coisas assim.... 

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum