Tokio Hotel Fanfictions
Hello Alien!

Seja bem-vindo ao Fórum dedicado somente a Fanfictions dos Tokio Hotel.

Não estás conectado, por isso faz login ou regista-te!

Estamos à tua espera. Aproveita ao máximo o fórum ;-)

Destinado a Fanfics sobre a banda Tokio Hotel. Os leitores poderão expor as suas fics como também poderão somente ler.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Um amor verdadeiro

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Um amor verdadeiro em Sab Jun 15, 2013 6:29 pm

Capitulo-1-Tirem-me daqui!
Acordei com meu celular tocando e pensei que fosse minha mãe,mas a esta hora?
Não ,era o Bill meu velho amigo já faz tres anos que eu conheço ele . -Oi ,tudo bem?
 -Sim ta tudo bem aqui ,mas vc ta me acordando a esta hora Bill?
-Vc disse que eu devia ligar por volta das 14:30 pra conhecer o Georg e o Gustav lembra ?A gente conbinou ontem.
-Droga esqueci mesmo ,eu ligo depois pra vc me vir buscar sim?
-tudo bem ,tchau então.
Fui ao quarto do meu irmão Eric ,ele tinha 16 anos e adorava dormir por isso era do mais claro que se encontrava ainda a roncando,fui ao quarto da minha irmã Manoela ,ela tinha 20 anos já mas era muito preguisosa e não ia trabalhar por nada ,ela estava mexendo no celular- Manu (como eu lhe chamo)Vou sair. -ela fez «sim» com a cabeça e um gesto com a mão pra eu me ir embora,ela não era muito simpatica mesmo .
Fui ao banheiro me arranjar,peguei minha sacola e liguei de novo ao Bill:
- Bill já pode me vir buscar.
- tamos a caminho o Tom tambem vem ,ta bom?.
-Tá eu to esperando vc então .
Liguei á minha mãe :
-Mãe vou sair ...não vou chegar tarde a casa ...não se preocupe...ta bom...tchau .-Fiquei sentada pensando, sempre me dizem que eu fico nervosa  muito facilmente,e na verdade eu estava bastante nervosa e preocupada já fazia muito tempo que eu não ficava assim ,a ultima vez que eu fiquei assim (mas nem tanto)foi quando conheci a mãe do Bill, e acho que ela não gosta muito de mim, não sei talvez ,eu não tenho nada contra ela.Uns (muitos) minutos depois ouvi baterem na porta e quando abri,era o Bill:
-Vem rapido já vamos ficar atrasados -Disse Bill num tom apressado e me puxou pelo braço ate ao carro,onde estava o Tom e a sua mãe nos assentos da frente.
-Bill mas porque tanta pressa?-perguntei enquanto era «arrastada»ate ao carro
-A minha mãe não gosta muito de esperar, e ela não gosta muito de ti sabes?-UAU eu devia ganhar um premio por adivinhar isso!Eu sabia que ela não gostava de mim...outra coisa pra me alegrar o dia.
-entendo ...-entramos no carro .
-Olá.-disse Tom com aquele tom de brincadeira que me irritava bastante,mas tava tão nervosa que nem me apeteceu reagir e gastar as forças que me restavam.
-Olá-disse sem qualquer sentido de humor,Tom voltou a olhar para a frente com um ar bastante aborrecido com a minha reação,acho que ele só queria me chatear ,eu tava um pouco (bastante)nervosa e com (muito) medo. -Estas bem?-perguntou Bill com um ar preocupado-Sim estou mas...e se eles não gostarem de mim,e se me acharem estranha?Bill estou nervosa muito mesmo .-disse com a minha voz tremula e já com lagrimas nos olhos -Não te preocupes vai tudo correr bem ninguem é perfeito e não sejas tão pessimista como o Tom.-disse tentando animar-me e rimos durante um bocado (eu estava mais a chorar do que a rir)mas paramos assim que vimos o Tom a olhar pra nós com cara de poucos amigos.
Seguimos viagem ,eu estava sempre a olhar para a minha sacola sem prestar a minima atenção ao caminho,apenhas percebi que estavamos no nosso destino quando senti o carro a travar,era como se o meu coração tivesse parado tambem ,estavam me empurrando para fora do carro,era o Bill que ao mesmo tempo tentava me encorajar ,só ele entendia o meu nervosismo .
Saimos os tres do carro,a mãe deles ia na frente com as chaves pra abrir a porta o Tom ia mesmo atras dela sem olhar pra nós e eu estava com o Bill -estas com um ar,estas bem?-perguntou de novo,olhei pra ele acho que estava a ficar palida e muito mal-disporta-Adoraria dizer-te que estava bem  mas infelizmente não estou.-Ele fez um sorriso doce para mim e continuamos a andar.
A mãe deles abriu a porta e entramos ,Tom apontou para a porta que ia dar até a uma sala que era onde eles costumavam jogar videojogos e ver tv.Entramos e os dois rapazes olharam pra nós ,eu estava a sentir-me tão mal que parecia que ia desmaiar,eles levantaram-se e vieram na nossa direção,n ão sei o que fazer:TIREM-ME DAQUI !!!!!!!!



Última edição por Macky Kaulitz em Qui Jul 11, 2013 5:29 pm, editado 8 vez(es)

Ver perfil do usuário

2 Re: Um amor verdadeiro em Dom Jun 16, 2013 9:14 am

Proximo Capitulo amanhã.
 comentem o que acharem por favor

Ver perfil do usuário

3 Re: Um amor verdadeiro em Ter Jun 18, 2013 11:22 am

Capitulo-2-Será verdade?

(Bill)

Estavam feitas as apresentações e felizmente Alexa não desmaiou, estamos agora a divertir-nos,mas ela nem tirou a sacola do colo,como se estivesse preparada para sair a correr a qualquer momento,esta tão nervosa.Virei-me para ela e notei que somente olhava para o Georg,fiz um sorriso ligeiro,quando reparou em mim,corou um bocado e baixou o olhar ficando a mexer e remexer a sacola.
-Bill já é tarde devo ir-me embora.-Disse saltando da cadeira.
-Eu levo-te espera só um pouco.-fui ter com a minha mãe e pedi que ela  nos fosse levar.-Anda Alexa!-ela levantou -se e foi ter comigo.-Esperem eu tambem quero ir!-Respondeu Tom e juntou-se a nós.
Estavamos a caminho da casa dela novamente,eu perguntei-então, o que achaste deles?
São simpaticos-não estava nada confiante do que dizia notava-se bastante bem-Gostas-te do Georg não foi?-perguntei baixinho para o Tom não ouvir,Alexa olhou pra mim,estava cada vez mais corada eu não pude evitar e ri baixinho com aquela cara ,olhou pra mim e eu parei ,e voltei ao normal para escutar a resposta dela,que felizmente não levou a mal a minha risada.
-Bem...Eu não,não acho que...sim um pouco,talvez.-murmurou,eu sorri pra ela,mas por dentro não estava com vontade de sorrir,eu sabia que Georg tinha namorada mas não queria magoar Alexa não sabia o que dizer.
Por fim chegamos na sua casa,ela disse adeus e saiu em silencio, quando se dirigia para a porta da frente Tom sai do carro com toda a pressa e grita-Esqueci de te dizer que amanhã conhece-la!-Ela olhou confusa-Conhecer quem?
-A namorada do Georg a Samanta.-Alexa devia estar com muita vontade de matar o Tom ,não sei como ela se conteu, entrou em casa sem dizer mais nada e Tom entrou no carro-Tom,minha grande besta...

(Alexa)

-Oi mãe,vou, pro meu quarto!-subi as escadas e entrei no quarto,fechei a porta com grande brutalidade que fez um grande estrondo só espero não ter assustado ninguem,deixei minha sacola no chão e atirei-me pra cama a chorar,estava confusa,triste e com muita raiva do Tom que no fundo ele não fez mais nada do que contar a verdade e de certeza que o bill não o faria,ele nunca iria crer me ver magoada,eu sei ele é muito meigo pra mim,sempre foi.
Eu chorava muito,estaria realmente apaixonada?Poderá alguem apaixonar-se tão depressa?Não sei.O que estou a passar,será verdade?

Ver perfil do usuário

4 Re: Um amor verdadeiro em Ter Jun 18, 2013 11:26 am

Comentem o que acharem por favor

Bjs,obrigada e boa leitura study

Ver perfil do usuário

5 Re: Um amor verdadeiro em Qui Jun 20, 2013 10:23 am

Capitulo-3-Não compreendo...

(tom)

Tenho a impressão que já fiz uma grande borrada,o melhor de tudo é que nem sei o que fiz,o Bill não me deixa em paz,está bastante zangado e a gritar coisas assim como «porque será que nunca fazes nada de jeito?»mas eu não entendi.-Tom acorda! Não entendes o que fizeste,Alexa não merecia isto,grande estupido que tu és!Estas a ouvir?Estou a falar contigo!TOM!-olhei para ele admirado com,ele estava mesmo a gritar comigo.-Bem que stress Bill,posso ao menos saber o que fiz?-fiz um sorriso malicioso-Tu foste dizer-lhe que o Georg tinha uma namora...-interronpi-Espera lá,estas a dizer que ela gosta do Georg?-fiz um ar bastante intrigado-sim eu acho que sim.-Bill respondeu num tom menos severo,eu não consegui evitar e desatei a rir ,Alexa e Georg nunca,para alem disso ele é mais velho do que ela,nunca na vida...

(Gustav)

-Eu até a achei simpatica mas quase não falou-falei enquanto ia buscar mais biscoitos-É um bocado timida sim,talvez fale mais para a proxima.-disse que sim com a cabeça -Ela estava sempre a olhar para ti-quando disse isto Goerg fez uma cara muito engaçada acabei por me rir disso.-Se ela gosta de mim ou não que fique sabendo que eu tenho namorada e amo muito a Samanta!-Ficamos os dois calados e comtinuamos a jogar,um som de fundo invadiu o silêncio que ali pairava -Tem um celular tocando,não é o meu-Mesmo sabendo isso fui verificar, Georg fez o mesmo-É o meu,é a Sam,eu já volto.
Ele atendeu e saiu da sala,enquanto falava com a Samanta,eu fiquei a pensar na Alexa,era simpática até que gostaria de a conhecer um poco mais,mas isso estava sempre com os olhos postos no Georg,sinto raiva só de pensar nisso,mas eu sei que está errado porque ele é meu amigo,eu acho que estou apaixonado pela Alexa,eu acho ,eu nunca senti isto por ninguem,não compreendo...

Ver perfil do usuário

6 Re: Um amor verdadeiro em Qui Jun 20, 2013 10:26 am

Espero que gostem boa leitura  study
Comentem por favor What a Face

Ver perfil do usuário

7 Re: Um amor verdadeiro em Sab Jun 22, 2013 3:09 pm

Capitulo-4-era mesmo ele que eu queria ver...

(Georg)
Meu deus,ainda mal conheci Alexa e já me estão a dizer que gosta de mim?O meu coração simplesmente pertence a Samanta,minha querida Sam...-Estas muito ocupado?-Uma voz atras de mim fez com que eu deixa-se de pensar em todos os meus problemas,era o Tom,ele e o Bill já tinham chegado e eu nem dei conta-Então sempre vens acabar aquela partida do jogo?Estamos todos á tua espera.-segui-o até a sala em que estavamos a jogar,neste momento estava mesmo muito preocupado com a situação,nem sei se vou conseguir jogar direito...

(Alexa)

Já não valia de nada chorar,não ia resolver nada,fui arrumar a minha sacola,peguei em meu celular,sentei-me ne cama,decidi pedir ao Bill pra ele vir "Bill precisamos falar,podes vir amanhã?hoje já é tarde..."mandei pra ele.
Cerca de 15 minutos depois"por mim tudo bem,a gente se ve amanhã de manhã então".Fiz um sorriso,estava tão cansada que mal deitei a cabeça adormeci,era mesmo ele que eu queria ver...

Ver perfil do usuário

8 Re: Um amor verdadeiro em Ter Jun 25, 2013 7:02 am

Capitulo-5- nunca me tinha sentido tão bem.

(Alexa)

Eu ontem tinha dormecido cedo e por isso hoje acordei cedo,eram sete da manhã,eu tinha uma mensagem no celular,que tinha sido enviada a cerca de dois minutos, era do bill “to a caminho priminha .”como ele gostava de me chamar algumas vezes,levantei me e fui ao banheiro ,tomei um banho rapido e fui comer o pequeno almoço:
-Já de pé no sábado?-perguntou a minha mãe admirada eu respondi que sim com a cabeça e fui até a cozinha,comi uma fatia de pão como pequeno almoço,não tinha muita fome.
Ouviu-se a porta ,deve ser o Bill,fui abrir e era mesmo ele:
-Olá –sorri e deixei o entrar –Olá Bill-fechei a porta e empurrei-o escadas acima até ao meu quarto,encostei a porta e sentei-me na cama,ele foi buscar uma cadeira e uma pasta que eu tinha encostada na parede e sentou-se na minha frente-vou pintar-te as unhas –ele disse isso a rir e eu abri os olhos e fiz uma careta,começamos a rir e ele começou a pinta-las.
-Bill,fala-me mais sobre a Samanta,por favor.-ele olhou pra mim ,continuou a fazer o que estava a fazer –Bem ela é loira,de olhos azuis,pequena...
-Bill!-gritei e ele começou a rir –Eu quero saber o que ela tem que eu não tenho para agradar o Georg.-as feições do Bill ficaram serias quando ouviu o que eu disse-Bem priminha,o georg não é desse tipo,quando realmente ama alguem ele não a troca por ninguem e sempre ...
-já entendi Bill.-Eu baixei a cara e deixei cair uma lágrima,ele fez me uma festa na cara-Olha não te preocupes um dia vais encontrar o teu princepe encantado-sorri e limpei a cara,o Bill levantou-se e foi colocar no lugar a pasta.
Fui ter com ele e abraçei-o,murmurei ao seu ouvido-Obrigada...- ouve um momento de silencio, ele olhava-me nos com ternura,eu retribui o olhar,colucou as mãos na minha cintura,e eu em volta do seu pescoço,as nossas caras foram-se aproximando num beijo profundo, estava a sentir-me muito bem na verdade,nunca me tinha sentido tão bem.

Ver perfil do usuário

9 Re: Um amor verdadeiro em Qua Jun 26, 2013 12:58 pm

Capitulo-6- porque será que o mundo é tão cruel comigo?

(Bill)

Estava a sentir-me bem na verdade ,alexa beijava muito bem.-Alexa,a mãe do Bill esta ali pra vir busca-l...-uma voz chamou-a da porta que se abriu,paramos o beijo e olhamos para ver quem era,a irmã da alex,que vergonha nem acredito que ela nos viu...-Eu sabia que voces eram namorados.-saio a correr e alexa foi atras dela,eu ainda estava embarassado e sem jeito,mas logo depois reagi e sai do quarto.
Estava alexa e a sua irmã a falar na porta que se encontrava aberta,desci as escadas e fui ter com a alexa.-Por favor Manu não contes nada eu fasso o que tu quiseres.-ela implorou pra irmã,e se ela fosse mesmo contar á minha mãe?seria o meu fim!-Está bem,mas só na condição de cozinhares pra mim!-que lata ela já tem 20 anos e nem sabe cozinhar?por acaso Alexa cozinha bem ela já pensou em ser cozinheira,mas ainda não se decidiu-está bem eu cozinho pra ti!-com um ar todo satisfeito ,a irmã dela foi pra cozinha.-Bem então a gente vesse esta tarde?-ela ainda pergunta?claro que quero ve-la de novo ainda hoje-Claro,mas agora tenho de ir-dei-lhe um beijo na face e fui embora pra que ela não me visse corar,acenei lhe de lonje e entrei no carro,ela acenou-me tambem.
Já quase nove da manhã,o Gustav e o Georg já devem de estar lá em casa com o Tom,chegamos finalmente em casa,fui a correr para a porta,entrei em casa e ouvi vozes,sim sem duvida eles já tinham chegado,e já estavam a jugar sem mim,que simpáticos.
Entrei na sala e chamei-Gustav precisamos de falar.-olharam todos para mim ,eu tinha entrado muito rapidamente e acho que eles estranharam-está bem!-ele levantou-se e seguiu-me pra fora da sala.
(Gustav)
Ainda nem o tinha visto hoje e ele já queria falar comigo,fomos para a cozinha ,ele sentou-se numa cadeira juntp á mesa,eu fui buscar um refrigerante na geladeira,sentei-me ao seu lado-então querias falar...-começei ele parecia nervoso,estava rodupiando o celular na mesa-Bem,é assim , eu vou confiar em ti pra manter segredo,é que eu...-ele gagejava bastante,eu estava mesmo sem vontade de estar ali,mas para os meus amigos tenho sempre que estar presente quando mais precisam né?-è que eu,bem ,eu não sei como aconteceu mas...- ele continuou-eu beijei a Alexa!-disse finalmente,eu ia me engasgando com o refrigerante...- mas beijar mesmo beijar?-perguntei  como se não me interessa-se muito mas na verdade,aquelas palavra pareciam facadas em mim.-sim mas o pior foi que ...nós até gostamos.-eu estava todo quimado por dentro,como é que alguem que é meu amigo me pode magoar tanto sem sequer entender?-Bem então porque é que não pedes para ela namorar contigo?-dei uma risada falsa-Estas louco?
-Não!-respondi e numa fração de segundos peguei no celular de Bill, e fugi para o banheiro-Gus me devolve o celular ,o que vai Fazer ?-tenquei-me no banheiro,e começei a escrever uma mensagem prá alex’quer namorar comigo?’-Gus eu vou matar voce!-gritou enquanto pontapeava a porta e ela respondeu pouco depois ‘não achas que é estupido ?temos uma amizade tão boa e se a estragar-mos?’e eu respondi’se não der certo a gente continua a ser amigos’-Tá quase Bill só tem que esperar mais uns minutos-dei uma risada disfarçada,ela respondeu’Eu tenho de pensar depois logo á tarde eu digo te a resposta’.
Abri a porta do banheiro e entreguei o celular ao Bill-Pronto ela diz-te a resposta esta tarde.-o Bill pegou no celular e viu as mensagens que tinha mandado-Eu não acredito no que fizeste!-Eu fugi e ele foi atras de mim até á sala-eu tenho de ir embora-peguei nas minhas coisas e acenei com a mão,depoix sai e fui a andar até casa,a pensar,porque será que o mundo é tão cruel comigo?

Ver perfil do usuário

10 Re: Um amor verdadeiro em Sex Jun 28, 2013 5:36 pm

Capitulo-7- isso era o que importava.

(Alexa)

Eu ia ter um encontro daqui a uma hora,com o Georg,o Bill,o Tom,o Gustav e a Samanta.
Bill,eu decidi,vou dizer que sim,mas só depois de tres anos é que nós finalmente descobrimos que sentimos alguma coisa um pelo outro.
Vesti um vestido,negro como eu gosto,com a parte da saia rasgada,era o mais formal/imformal que eu tinha,prendi o cabelo com um gancho com uma rosa preta que o Bill me tinha dado no ano passado,o ponto de encontro era o parque principal,facava preto da minha casa por isso decidi ir a pé o parque era perto porque iria eu perturbar a minha mãe.
Cheguei lá e vi-os todos,fui ter com eles –Olá-dissemos uns aos outros  como cumprimento claro.
-Está é a Samanta!-Disse Georg, apertamos as mãos e demos um beijinho cara com cara,notava-se que ela armava-se muito á  tia mas se o Georg era feliz com ela eu não era ninguem para argumentar.
Estavam todos ocupados,eu aproveitei e levei o Bill comigo para falarmos em privado-Bill eu estive a pensar na tua pruposta e ,pensei,porque não tentar?-ele sorriu logo e deu-me um beijo mesmo no meio do parque,eu nem me importei com as pessoas que olhavam para mim,eu estava feliz e ele tambem, isso era o que importava.

Ver perfil do usuário

11 Re: Um amor verdadeiro em Sab Jun 29, 2013 4:43 pm

Essa fic me lembra a primeira mini-fic que eu escrevi, me leva à um mundo mais inocente hihihihi
To gostando, continuaa Very Happy

Ver perfil do usuário

12 Re: Um amor verdadeiro em Ter Jul 02, 2013 5:55 pm

Que bom que ta gostando What a Face  minha primeira fic tem de ser mais inocente né   
continuo sim .cyclops

Ver perfil do usuário

13 Re: Um amor verdadeiro em Qua Jul 03, 2013 7:40 am

Continua sim, adoro essa sensação inocente Very Happy

Continua Macky ^^

Ver perfil do usuário

14 Re: Um amor verdadeiro em Qua Jul 03, 2013 8:56 am

Capitulo-8- a esperança voltou...

(Gustav)

Eles ali estavam ,bem juntos e felizes,e eu não tinha nada,estava  perdido,os meus sentimentos estavam todos baralhados,dor,raiva,felicidade,tristeza,todos tinham alguem menos eu porque?Não aguentava mais tinha de sair dali.
-Gustav onde vais?-perguntou o Georg-eu vou ao banheiro-sim ver se vomitava com aquela cena,nem acreditava no que estava a ver,por mais que tivesse sido eu a junta-los,nunca me perdoaria...
...Um ano e dois meses passaram,Alexa e Bill continuavam felizes juntos.

Estavamos em Julho ,faltava um mês e tres dias para Alexa fazer anos,continuo apaixonado por ela,era e é o meu grande e unico amor,continua a ignorar-me,a trocar-me pelo Bill.
-Gustav!-Tom gritou-Diz..-estava distraido a pensar e nem me lembrei do que estava a fazer-É a tua vez de jogar!Olha que perdes a vez-eu acordei e começei a jogar,nunca faziamos outra coisa a não ser jogar,jogar e jogar ,tipico de rapazes da minha idade,sempre me  pergunto como eu sou capaz de ficar tantas horas por dia a olhar para o visor da TV.
Quando ouvimos uma gritaria,era o Bill e a alexa,nestes dias têm andado a discutir muito,mas desta vez era mais alto e mais intenso,fomos ver o que se passava,era o Bill a discutir com a Alex –Se é assim que queres está tudo acabado-o Bill gritou,nos ate salta-mos de susto com aquele berro,  alex  saiu porta fora,o bill subiu as escadas a correr e fechou-se no quarto.
Olhamos uns para os outros sem entender e  voltamos ao jogo ainda um bocado perturbados.
Cerca de um quarto de hora depois  Bill entrou na sala e sentou-se atras de mim,apoiando as suas costas nas minhas-o que acontaceu?-perguntei e fingi que não estava interesado em saber-Ela disse que eu não era a pessoa que ela amava,eu fiquei chateado e gritei com ela,mas eu não queria.-ele explocou-nos,ela amava outra pessoa,ainda tinha esperança.-Vai falar com ela ao menos e pede desculpa,e pede pra continuarem a ser amigos-sugeriu Georg-Boa ideia!-bill saio disparado da sala como um furacão,para eles era o fim mas para mim a esperança voltou...

Ver perfil do usuário

15 Re: Um amor verdadeiro em Qui Jul 11, 2013 5:26 pm

Capitulo 9-Alexa,eu te amo!

(Tom)

Era de noite,e o Bill já tinha voltado,eu não conseguia dormir por isso decidi ir ver tv e comer uma fatia de pizza,liguei ao Gus e ao Geo,mas eles não atenderam,deviam estar a dormir,não os culpo são três da manhã e eu sou o unico que estou a pé.
de repente vem um barulho das escadas,eu assustei-me,peguei na faca da pizza e dirigi-me até as escadas-Bill,merda assustaste-me o que estas a fazer?-era o parvo do meu irmão que me ia causando um ataque cardiaco-Eu não conseguia dormir por isso vim para aqui mas cai no degrau,lamento ter te assustado-eu ajudei-o a sentar-se no sofa e ficamos a ver tv,bem pelo menos por algum tempo até adormecermos.

(Gustav)

Eu estava acordado,ouvi o meu celular a tocar,era o Tom mas não me apeteceu atender,estava ocupado a pensar na Alexa,ligam-me de novo e quando ia desligar,vi quem era, Alexa-Sim?-perguntei-Gustav eu sei que é tarde mas estas ocupado agora? Para a gente dar uma volta ou assim....-finalmente a minha vez de ficar sozinho com ela-Claro encontramo-nos no parque.Nunca me tinha despachado tão depressa,nem nos dias de aulas ,mesmo quando era daqueles dias que já estava bastante atrasado.
Ela estava já no parque sentada num banco em frente ao lago,sentei-me ao lado dela,ela olhou-me,eu sorri,ela sorriu devolta.
Encostou a sua cabeça no meu ombro-Sabes,eu tive de deixar o Bill porque eu percebi que estou apaixonada por outra pessoa.-será que ela gosta de mim?não se calhar sim...ela levantou-se e olhou em frente-Mas a verdade é que eu ,apaixonei-me por ti,eu sei que é um bocado estranho mas...eu amo-te,mesmo sabendo que podes vir a pensar que sou maluca...-os meus olhos até brilharam de alegria,sim ela gostava de mim,ficou a olhar para baixo,eu dei-lhe um beijo na testa para ela se sentir melhor-Nunca te acharia maluca,porque eu tambem te amo...-ela sorriu,ambos tinhamos os olhos brilhantes de felicidade,ficamos abraçados por algum tempo,foi muito rapido para mim,não sei porque,mas neste momento só quero aproveitar cada segundo com ela.
Tempo depois ,estivemos a andar pelo jardim,e eu finalmente aganhei coragem-Alexa...eu sei que é um  bocado cedo mas,queres namorar comigo?-ela parou de andar e olhou pra mim-pensava que já o eramos!-atirou-se para os meus braços ,demos um beijo,mas logo para-mos porque o estupido do meu celular tocou,optimo,sempre que estamos numa situação assim tão sentimental tem um celular tocando –É a minha mãe a perguntar onde estou...-rimos durante um bocado-anda vou levar-te a casa.-demos as mão durante o caminho.
Entrei na minha casa em silencio,tinha um bilhete na parte de tras da porta,estava a dizer que eu estava de castigo,nem me importei,fui pro meu quarto,e pensei finalmente a minha vida estava a ir no bom caminho.Alexa,eu te amo!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Posto o ultimo capitulo quando alguem quiser ler o fim study

Ver perfil do usuário

16 Re: Um amor verdadeiro em Qui Jul 11, 2013 8:40 pm

Own, que fofo *o* Gustav e Alexia juntos. Ela percebeu que realmente gosta era do Gustav \ooo/
Ri com a parte do Tom, pegando a faca de pizza com medo de ser algum ladrão hahahaha...

Macky, let's go. Continue....

Ver perfil do usuário

17 Re: Um amor verdadeiro em Ter Jul 16, 2013 10:21 am

Capitulo-10-sempre no meu coração...

(no dia de anos de Alexa)

(Georg)

Estavam todos na casa da Alexa,incluindo eu e a Sam ,ela ia fazer 13 anos hoje e finalmente tinha encontrado a pessoa certa para ela,eu estava feliz por eles os dois.Passamos á entrega dos presentes,depois ao bolo de aniversário,já era tarde e estavamos todos a dançar com a musica alta,estava a ser muito divertido.

(Alexa)

Estava a ser o dia mais feliz da minha vida,eu estava com o Gustav que era a pessoa que eu realmente amava,e não queria deixa-la por nada-Então estas a divertir-te?-perguntou o Bill-Sim,claro que estou!-Rimos os dois,estava a ficar tarde e os meus tios,a minha prima,a minha avó e o meu avô tambem já tinham ido embora,só cá estavam o Gustav,o Georg ,o Tom e o Bill.
Eles prometeram que ficavam mais uma hora só pra finalizar o meu dia que estava a ser muito especial,estávamos a jogar ás cartas-Perdeste Tom!-Gritou o Bill enquanto o Tom se afastava da mesa-Voces é que são uns batoteiros,todos tu tambem Alex!-estavamos todos bem dispostos e a rir,estava a ser bastante fixe...

(Gustav)

Eu estava feliz com o meu amor,e neste momento até me sentia mal por ter de ir para casa,e deixa-la ,só poderia voltar a ve-la no dia seguinte-Bem temos de ir rapazes-Disse o Tom-já?O tempo passou a correr,então –o Bill respondeu enquanto se levantava e ia buscar as coisas,Geo fez o mesmo,eu fui ter com a Alex e dei-lhe um beijo pra me despedir-Sabes que te amo muito?-ela fez um sorriso lindo-eu tambem.
-Tambem te amas?-perguntei na brincadeira,ela começou a bater-me na brincadeira–Gustav,tu entendes-te o que eu quiz dizer,seu idiota!
Ela acompanhou-nos até á saida-Adeus e aproveita o resto do dia ,ele é teu-disse o Georg e fez uma festa na cabeça dela para a despentiar ,ela arrumou o cabelo logo a seguir.
Saimos,ela fechou a porta,atravessa-mos a estrada os quatro em direção ao carro da mãe do Bill e do Tom,quando eu me lembrei que tinha esquecido meu celular-Pessoal,eu esqueci meu celular vou lá busca-lo-virei-me para a casa e vi que Alexa vinha a correr em minha direção,com o meu celular e um sorriso na cara,parou na passadeira ,nenhum carro passou,ela avansou estava a passar um carro em alta velocidade, aproximou-se, ela não viu,eu tentei correr até ela para dizer pra sair dali,não cheguei a tempo,o carro passou por cima dela e não parou.
Alexa!-gritei com todas as minhas forças,ela estava estendida no meio da estrada,numa possa de sangue,fui a correr ter com ela,ajoelhei-me e abraçei-a-Gustav...-Bill veio ter comigo-DESAPARECE DAQUI-gritei com furia.
Um carro da policia,e uma ambulância,chegaram,tentaram aproximar-se,eu não deixei,ninguem podia aproximar-se da minha alexa,não ,eu não quero.-Não!Larguem-me o que é que estão a fazer?-dois policias,pegaram-me pelos braços e afastaram-me dali,eu não consegui ganhar forças para resistir,estava a ver a cena,mediram a sua pulsação,e eles diceram que,ela estava morta-NÃO!NÃO PODE SER,-gritei,estava desesperado,começei a chorar,eles forçaram-me a entrar no carro da mãe dos gémeos,eu não sabia o que fazer,Bill,Tom e Georg entraram e saimos dali-NÃO,temos de ficar,não podemos ir-eu tentei abrir a porta mas a mãe deles tinha trancado a porta, comecei a chorar cada vez mais,não havia nada mais que eu pudesse fazer,fiquei a pensar,minha pobre Alexa,meu Deus eu não acredito no que tinha acontecido,eu não conseguia...

O enterro era hoje,vesti uma camisa preta,que Alexa me tinha oferecido,no caminho encontrei os outros que foram comigo,sempre em silencio.Chega-mos os quatro,demorou cerca de uma hora,pra chegar-mos ao nosso destinos.
Já tinham ido embora,eu continuei em frente da sua sepultura,ajoelhei-me na sua frente-Perdoa-me Alexa-encostei a minha cabeça na pedra fria,tinha perdido a unica pessoa importante pra mim,apenas continuari a viver pela banda,e tentaria seguir novos sonhos

(12 anos depois)

Agora eu tinha crescido,já realizei os meus 24 anos , nunca,mas nunca esqueci Alexa, foi o meu unico amor nunca encontrei ninguem que a substitui-se,até agora e acho que nunca encontraria ,todos os dias eu ia ter com ela,na sua sepultura quieta e fria,quando estava noutro país,eu pensava nela,estaria sempre comigo,sempre no meu coração....






--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
E Fim,espero que tenham gostado,o fim é capaz de ser um poco sad mas tambem temos que continuar a viver com a cabeça erguida a vida por mais que ela fassa coisas para nos deitar abaixo certo? Sad Sad 
Bem um beijo para todos

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum