Tokio Hotel Fanfictions
Hello Alien!

Seja bem-vindo ao Fórum dedicado somente a Fanfictions dos Tokio Hotel.

Não estás conectado, por isso faz login ou regista-te!

Estamos à tua espera. Aproveita ao máximo o fórum ;-)

Destinado a Fanfics sobre a banda Tokio Hotel. Os leitores poderão expor as suas fics como também poderão somente ler.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Have sex with you.

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Have sex with you. em Ter Set 25, 2012 9:39 am

Bom dia :3

Mais uma preciosidade minha, última one-shot que eu escrevi, em 2010.

- A capa foi achada no google imagens, é um wallpaper que eu amei e coloquei como capa, se não tiver créditos na imagem, aviso agora, caso a dona leia, enfim, se for tua, só avisar que eu dou créditos. Wink

_______________________________________________


Ela só desejava estar com ele.

Classificação: +18
Categorias: Tokio Hotel
Personagens: Tom Kaulitz
Gêneros: Romance, Hentai
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo

Have sex with you

____________________

Fazia duas semanas que não nos encontrávamos.
Havíamos brigado por motivo bobo de ciúme, e desde então eu sinto sua falta.
Falta de sua voz, seu cheiro de homem recém lavado, seu toque firme em minha pele delicada, seu sorriso travesso, seus beijos... E principalmente, seu corpo inteiro despido em meus lençóis.

(...)

Havia iniciado uma chuva estrondosamente medonha, que seus raios iluminavam o apartamento todo, causando-me arrepios.
De repente, a porta passou a se mexer assiduamente, alguém do outro lado a esmurrava, então gritos foram ouvidos.
- Emillie abre essa porta, por favor - pediu - É o Tom - gritou novamente.
Rapidamente, ergui-me da poltrona azulada, indo abrir a porta que estava trancada por chave. Quando abri a porta, encontrei-o extremamente molhado, com os olhos vermelhos e o rosto extremamente sujo como se chorasse há algum tempo.
- Pelo amor de quem quer que você ame, volte para mim Emillie - disse, implorando - Eu te amo mais do que a mim mesmo, e se eu não te amasse tanto eu não estaria aqui me humilhando por você. Eu sou um cara que nunca amou tanto uma garota como ama você e quando um cara qualquer ameaça ou te olha diferente em qualquer ambiente que seja eu já fico enciumado. Você me pertence e sempre pertencerá a mim e o que eu amo eu desejo cuidar para todo o sempre... - disse embolando em algumas palavras.
Com um belo sorriso nos lábios, eu toquei seu rosto com delicadeza, utilizando-se das duas mãos para fazer isto. Ele retribuiu o sorriso, mas aquele sorriso de alívio. Diante da porta aberta, do andar mais movimentado daquele prédio velho, eu o beijei selando o compromisso, dizendo sim a todas suas investidas para voltar.
Estávamos há duas semanas sem o outro e eu já não suportava mais viver neste apartamento imundo, vestindo as roupas antigas dele, que mesmo assim ainda continham seu doce perfume do qual eu tanto adorava.
Soltei-o a contragosto, afastando-me para que meu amado pudesse adentrar o cômodo. Assim que entrou, fechou a porta, enquanto eu virava para observar docemente a chuva através do vidro fechado.
Senti seus braços me rodearem em um abraço molhado, - devido a suas roupas úmidas -, sua voz em meu ouvido, me fez perder toda a noção de espaço e tempo, amolecendo meu corpo inteiro.
- Nunca senti tanto desejo como eu senti por você em todos esses dias sem ter a ti. Eu não consegui pensar em mais nada a não ser em ti... Em seus lábios doces me beijando loucamente, em suas mãos delicadas tocando-me, me proporcionando todo e qualquer prazer possível - ouvir aquilo me fez sentir a mulher mais desejada do mundo.
No início, eu sempre achei que o que ele queria comigo era apenas sexo casual e nada mais. Eu como uma boa mulher descompromissada, aproveitei de cada noite com ele, mas com o passar do tempo notei que aquele sexo casual, havia se tornado amor. Fazíamos amor, e não sexo.
Mas tem noites que o amor não é suficiente.
E esta é mais uma delas.
Porém, a mais inesquecível delas.

(...)

A chuva não cessava de modo algum, mas o desejo crescente dentro de mim parecia que nunca mais iria embora.
- Tom - chamei.
Ainda estávamos abraçados escutando o som da chuva.
- Uhm? - murmurou.
- Eu quero fazer sexo com você - assumi com todas as palavras.
Nossos rostos estavam próximos, a ponto de eu perceber que ele deu um sorriso magnificamente excitante ao ouvir tal frase.
Rudemente, Tom me virou fazendo-me segurar em seu ombro com força. Ficando frente-a-frente com o ser desejado em questão. Por poucos segundos, ficamos de olhos fechados sentindo nossas respirações entrecortadas e quentes emaranharem uma a outra, enquanto nossos lábios estavam quentes desejando o calor do outro. Instantaneamente, ele me beijou com todo o desejo guardado dentro de si, fundindo ao meu.
Subi em seu colo, sentindo seus braços fortes tocarem em minha coxa desnuda, pelo fato de eu somente vestir roupas íntimas e uma velha e larga camiseta dele assim como todas são, largas.
Tom carregou-me sem dificuldade a velha cama instalada no quarto aberto. Ele me jogou na cama, caindo por cima de mim, dando continuidade ao beijo voraz e lascivo que iniciamos anteriormente.
Seus beijos foram sendo finalizados em meus lábios para percorrem de meu queixo com mordidas sensuais, que provavelmente deixariam essa área avermelhada. Em poucos segundos, dei o primeiro doce gemido, sentindo seus lábios sugarem à pele sensível do meu pescoço. A voracidade dos beijos aumentou, forçando-me a machucar-lo com minhas unhas, enquanto segurava firme em seus braços.
Meus lábios foram tocados novamente pelos seus num beijo mais doce, enquanto eu sentia suas mãos dentro da minha camiseta-vestido. Suas mãos acarinhavam minha pequena cintura de modo libertino, elevando as mãos até meus seios desnudos, apertando os dois de forma desajeitada, mas que mesmo assim me fez sentir completamente entregue e excitada.
As mãos libertaram meus seios deslizando delicadamente até minha coxa, puxando uma, fazendo um movimento de encaixe como se estivéssemos em pleno ato, aquilo fora o suficiente para eu sentir minha peça íntima inferior completamente úmida.
Deslizei minhas mãos desocupadas para a cintura dele, subindo a barra de suas duplas camisetas, ainda úmidas. Subi-as para poder tocar naquele abdômen definido dele, sentir o calor de seu peito nu, sobre minhas mãos trêmulas de desejo de poder tocar em partes nuas e sensíveis de seu corpo.
Através da fina camiseta que eu vestia, eu pude sentir o quão quente ele estava. Loucamente, beijei-o. Com um pouco mais de força do que necessário, eu consegui empurrar-lo para o outro lado da cama, sentindo-a ranger devido à idade da mesma. Tom me desejava intensamente e não era preciso palavras para que eu pudesse acreditar nele. Eu sempre pensei que ele mentia para mim, mas depois de três anos adquirindo confiança... Eu sei que mais do que nunca, esse 13 de dezembro de 2010 têm sido o mais inesquecível de todos os anos.
Tom arrancou minha camiseta com gosto, podendo até ouvir o barulho de um possível rasgo que ele devia ter feito com a camiseta. Estávamos com a parte de cima de nossos corpos nuas, sentindo o intenso calor que um transmitia para o outro sem cessar.
O cinto localizado na enorme calça dele já estava me machucando, quando eu percebi o quão quente essa área estava. Durante um beijo mais romântico, eu abri o fecho do cinto com delicadeza, sentindo essa área mais quente e um tanto úmida.
Pouco a pouco, eu mesma fui liberando de sua calça, deslizando-a pelas pernas dele até chegar ao chão, onde eu me encontrava ajoelhada para retirar seus tênis de forma submissa e sensual como se eu fosse a escrava dele.
Subi, retornando a minha posição sobre o colo dele, deslizando minhas mãos por suas pernas de forma lúbrica. Sentei sobre seu colo, sentindo toda sua excitação por dentre minhas pernas, se misturando a minha numa troca de calores e desejos.
Durante o beijo, eu escorreguei minha mão por dentre sua cueca, sentindo seu falo firme e ereto em minhas mãos delicadas que logo iniciaram uma longa e torturante carícia, fazendo gemer pela primeira vez naquela noite. Tom era duro na queda e não se entregava fácil a qualquer carícia, por que ele gostava de ver sua namorada atingindo os pontos certos de excitação dele para fazer gemer em alto e bom som. Isso, quando eu não resolvo demorar a atingir estes pontos, indo nos errados.
Quando eu percebi que ele gemia urgentemente, retirei minhas mãos lambendo-as já que o pré-gozo dele as molharam. Ele segurou em minhas mãos firmemente, beijando toda a extensão do meu pescoço até meu busto. Segurando firmemente minhas duas mãos, usando apenas uma das suas, ele retirou sua cueca, liberando seu membro desperto. Ainda segurando minhas mãos, Tom me deitou na cama, me fazendo apoiar minhas costas nos dois travesseiros juntos, deixando-me alta, quase sentada.
Ele tratou de soltar minhas mãos para que suas duas mãos, ele pudessem retirar minha calcinha cuidadosamente, de forma absurdamente sensual. Suas mãos domaram meu corpo num beijo descontrolado, enquanto com a outra usava para penetrar-me, fazendo doces e torturantes carícias com os dedos, enquanto eu gemia por entre beijos e afagos.
Logo, eu senti seu membro me penetrar com calma e total delicadeza. Sorri, sentindo cada parte de meu corpo arrepiar-se imediatamente. Tom mordeu o lábio, enquanto alcançava-me completamente, gemeu ao fim.
Segurou firme minhas duas pernas, fazendo movimentos lentos de vai-e-vem, enquanto eu usava os travesseiros para me apoiar, e as mãos em suas costas arranhando-as ao ritmo da dança calorosa no qual estávamos nos submetendo.
A cada gemido, eu sentia uma parte de mim amolecer com a chegada de um longo orgasmo. Tom gemia roucamente em meu ouvido, somente para me provocar, enquanto aumentava as investidas fortes para dentro de mim.
- Tooooom! - gritei - Maaaaaais! - pedi urgentemente.
As estocadas foram ficando mais fortes, à medida que os sons provocados eram chegados aos nossos ouvidos.
- Emi... Emi você é tão gostosa - elogiou-me - Eu me deli... - gemeu - Deliro tanto com você - arfou antes de continuar - Eu te quero mais, mais, mais! - gritou.
Os movimentos ficaram tão intensos à medida que ameaçávamos chegar ao mais intenso e longo orgasmo que não tardou a chegar. E não foi um, foram vários, múltiplos. Coisa que só ele conseguia provocar em mim.
- TOOOOMM, AAHHH - gritei em alto e bom som.
Aquilo com certeza seriam ouvidos por todos nossos vizinhos, mas pouco me importara. Sexo. Era o que estávamos fazendo. Não era nada errado, apenas sexo.
- Ai meu Deus - disse ele, arfando chegando ao ponto mais alto daquela noite.
Tom se desmanchou dentro de mim, fazendo seu líquido entrar em meu corpo, deslizando lentamente para o lençol esbranquiçado da cama. Ele deitou em meu peito, recebendo um afago carinhoso de minhas mãos, enquanto esperávamos nossos corpos retomarem ao normal.
- Eu te amo tanto, Emi - disse ele, tocando meus lábios com os dedos - Eu me entrego inteiro a ti - beijou.
- Eu também meu amor - beijei-o - Eu me entrego toda, inteira a ti, a seu corpo, seu cheiro - beijei-o novamente - Eu te perdôo Tommi, por tudo que eu amo, eu te perdôo, por que eu sei que você ciumento.
- Eu prometo nunca mais dar aquele ataque novamente, mas eu não quero nenhum homem estranho falando com você - abri um sorriso.
Trocamos um beijo, antes de reiniciar momentos quentes de uma noite interminável.

_______________________________________________

Bom ou ruim? ruim, claro

Beijos.

Ver perfil do usuário http://breakfastattiffany-s.blogspot.com.br/

2 Re: Have sex with you. em Sab Set 29, 2012 3:01 pm

Ella.McHoffen

avatar
Administradora
Bom não foi muito bom. Sério está óptima.

Quente quente quente!!!! Apesar da fic se passar no inverno está muito calor para esses lados Laughing Momentos como esse de calor eu não me importava nada de ter. Agora com o inverno a chegar, ia saber bem. O melhor disso é ser Tom. I love you

Muitos parabéns Anne!

Ver perfil do usuário http://thfanfictions.forumeiro.com

3 Re: Have sex with you. em Sab Set 29, 2012 10:21 pm

Ella McHoffen escreveu:Bom não foi muito bom. Sério está óptima.

Quente quente quente!!!! Apesar da fic se passar no inverno está muito calor para esses lados Laughing Momentos como esse de calor eu não me importava nada de ter. Agora com o inverno a chegar, ia saber bem. O melhor disso é ser Tom. I love you

Muitos parabéns Anne!

Obrigado Ella, muito obrigado mesmo! <3
O melhor de tudo seria ter uma namorado como o Tom para nos aquecer no inverno e nos esquentar ainda mais no verão! Ui :3

Beijinhos. cat

Ver perfil do usuário http://breakfastattiffany-s.blogspot.com.br/

4 Re: Have sex with you. em Dom Set 30, 2012 10:33 am

Ella.McHoffen

avatar
Administradora
Sim o melhor era mesmo isso, mas na falta do Tom ficamos com as mantas Sad
Muito triste

Ver perfil do usuário http://thfanfictions.forumeiro.com

5 Re: Have sex with you. em Dom Set 30, 2012 12:22 pm

Aham ):
Muito triste mesmo Sad
Queremos Tom para todas! o/

Ver perfil do usuário http://breakfastattiffany-s.blogspot.com.br/

6 Re: Have sex with you. em Dom Set 30, 2012 3:34 pm

Que sexy .... Ahah,

Ver perfil do usuário http://imbusyallthetime.blogs.sapo.pt

7 Re: Have sex with you. em Dom Set 30, 2012 4:05 pm

Sim, e muito Filipa :3
Obrigado por comentar!

Ver perfil do usuário http://breakfastattiffany-s.blogspot.com.br/

8 Re: Have sex with you. em Ter Out 02, 2012 12:26 am

Ah Mein Gott, Tom Kaulitz te espero na minha cama Laughing Cheguei a sentir um calorzinho aqui.
Tom venha me esquentar (ta mesmo frio aqui em casa) .
Adorei a One shot. Kusses

Ver perfil do usuário

9 Re: Have sex with you. em Ter Out 02, 2012 8:10 am

Agora imagina ele molhado na sua cama? HMMMMM *-*
Obrigado linda :3

Ver perfil do usuário http://breakfastattiffany-s.blogspot.com.br/

10 Re: Have sex with you. em Sab Nov 10, 2012 8:50 pm

Ui!!!Que fic mais hot....
AMEI!!!

sem comentários para o Tom!!!!

Tá de parabéns, Anne!!

Ver perfil do usuário

11 Re: Have sex with you. em Sab Nov 10, 2012 9:11 pm

Siiim, Tom perfeição!

Obrigado Lara :3

Ver perfil do usuário http://breakfastattiffany-s.blogspot.com.br/

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum